20 de setembro de 2016

Paixão em Cativeiro, de Palloma Belfort

Luisa é uma jovem simpática, doce e que sonha em ser médica assim como o pai - um dos mais renomados do local, agora ela acabou de concluir o primeiro ano da faculdade. Erick, ex-presidiário que está fazendo de tudo para conseguir dinheiro para ajudar sua tia e seu sobrinho, que estão passando por grandes dificuldades, um dia uma grande chance surge para Erick, porém ela não é tão legal assim.

O destino desses dois acaba se encontrando da pior forma possível, pois Luísa foi sequestrada e é levada para um lugar escondido na floresta. Agora ela é mantida amarrada em um local sujo, mal iluminado, onde ela passa fome, sede e sono, e não tem nem espaço para realizar suas necessidades básicas.

Todos os sequestradores a tratam mal, com falta de respeito, brutalidade e são extremamente machistas e arrogantes. Com exceção de um, ERICK, que acaba se tornando amigo dela e transformando aquele lugar horrível em algo mais aconchegante e divertido. 

É ai que surge um sentimento novo e latente que eles não podem sentir, afinal Erick faz parte do grupo que sequestrou Luisa. Esse relacionamento fora desenvolvido com maestria e fluidez durante todas as 300 páginas. Mas o livro vai bem além do romance, ele trata de assuntos mais delicados - estupro, efeitos do machismo, estado psicológico pós eventos traumatizantes, família e o muito mais. E o que mais chamou minha atenção foi a abordagem da Síndrome de Estocolmo feita pela autora, simplesmente brilhante!

Síndrome de Estocolmo ou síndroma de Estocolomo (Stockholmssyndromet em sueco) é um estado psicológico particular em que uma pessoa, submetida a um tempo prolongado de intimidação,passa a ter simpatia e até mesmo sentimento de amor ou amizade perante o seu agressor. (JUS BRASIL). 

Minha gente eu adorei esse livro. A Palloma tem uma escrita bem leve e por todo o livro encontramos gírias e termos brasileiros (claro, sinalizados) que deram um ar mais original e real para toda a história. E o melhor de tudo é que o livro realmente se passa no Brasil, precisamente ali por Minas Gerais - com direito a referências ao pão de queijo. Adorei, tá indicado!

* tem vídeo sobre ele também *

TÍTULO: Paixão em Cativeiro
AUTORA: Palloma Belfort
PÁGINAS: 341

"Até que ponto somos capazes de conter a força de um amor proibido?
Luísa é uma jovem cuja família é dona de um dos maiores hospitais do país. Ela sonha em ser médica assim como o pai e a irmã mais velha, Heloísa. Concluiu o primeiro ano de faculdade, e se esforçou bastante para tirar as notas máximas. É uma moça tímida, e apesar da fortuna da família, possui costumes simples. 
Ela só não contava que logo no seu primeiro dia de férias, seria sequestrada e trancafiada em um casebre localizado num lugar deserto e desconhecido. Em meio ao inferno que vive em seu cativeiro Luísa se aproxima de Erick, um ex-presidiário em reabilitação que aceita a proposta de seu irmão; cometer o último crime de sua vida."


* Este post é um publieditorial. Porém, fico livre para dar opinião sincera e verdadeira sobre o produto.



2 comentários :

  1. Uau, Davidson. Mal terminei de ler a resenha e já sai a procura do livro. Eu amo livros que abordam sequestros, e estou super animada para ler esse que fala sobre a Síndrome de Estocolmo. Acho que a ideia da autora foi genial.
    Mais do que indicado! Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh eu adorei essa abordagem da autora, ainda mais que estudo Enfermagem, pirei, enlouqueci. Vale super a pena!

      Excluir