12 de fevereiro de 2016

Resenha: A garota que adorava Tom Gordon, de Stephen King

Boa madrugada! Hoje eu vim falar de um livro que pouca gente já ouviu falar... Mas, como Stephen King é Stephen King, eu dei uma chance pra ele, e valeu cada linha!



TÍTULO: A garota que adorava Tom Gordon
PÁGINAS: 212
AUTOR: Stephen King
EDITORA: Suma das letras

Resumo: Novela de Stephen King, onde acompanhamos Trisha McFarland, de nove anos que é uma fã incondicional de Tom Gordon. Pelo menos assim o demonstra ao usar a camisa do jogador de basebol, quando, numa caminhada com o irmão e a mãe recém divorciada se perde, sozinha na floresta. Tudo o que traz consigo é um sanduíche, água e alguns aperitivos, além de um walkman, através do qual segue o relato dos jogos do seu herói, criando com este uma amizade imaginária. À medida que avança para o coração da floresta, percebe, porém, de que o novo amigo não é a sua única companhia… 

Resenha: Por quanto tempo você sobreviveria numa floresta? Nesse livro pouco conhecido do Stephen King, Trisha McFarland se perde da mãe durante uma trilha. Com apenas 9 anos, ela tem um pouco de comida, uma capa de chuva e um walkman, para ajudá-la a sobreviver. 


Confesso que, entre os Stephen King que eu já li, esse foi o que me deixou mais angustiada. O narrador acompanha Trisha em sua jornada solitária pela floresta nos contando seus pensamentos e sentimentos, mas ainda assim nos deixa saber quando ela toma decisões ruins e o que acontece com os pais, ou o irmão, no exato momento em que descreve alguma ação dela. Imaginar aquela menina sozinha, em uma floresta por dias e dias, tentando sobreviver e não agir como uma criança, é desesperador.


Claro que apenas uma criança perdida em uma floresta escura não é material suficiente para King. Alguma coisa aterrorizante precisa se esconder no escuro. O perigo precisa estar à espreita. Algo está seguindo Trisha pela floresta, e acompanhando seus movimentos. Como bom escritor que é, ele apenas nos revela seu caçador no final do livro.
Certamente, pessoas que acompanham ou apenas entendem as regras do baseball irão achar o livro ainda mais interessante. No seu desespero e solidão, Trisha imagina a presença do seu ídolo Tom Gordon, jogador de baseball, acompanhando-a e aconselhando-a na sua trajetória. Os capítulos são nomeados de acordo com os tempos do baseball, e, tendo como única companhia o seu walkman, ela consegue acompanhar alguns jogos durante os períodos mais assustadores das noites.


"O mundo tinha dentes e podia nos morder sempre que quisesse"

Essa é a minha primeira resenha de leitura feita no kindle. Eu não encontrei esse livro para comprar, nem mesmo no site estante virtual, que conecta sebos de todo o Brasil. Mas, se você tem um leitor digital, ou mesmo não se incomoda de ler no celular, pc ou tablet, vale a pena procurar por “A garota que adorava Tom Gordon”. É uma leitura rápida, angustiante e viciante, daquelas que você só consegue largar quando termina.





23 comentários :

  1. Ei Coral, tudo bom? Esse livro parece ser incrivel e me deu curiosidade para começar a ler, espero encontrar ele por aqui, a forma que você descreve, so aumenta mais e mais a curiosidade do leitor! Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha! Tomara que você encontre esse livro. Valeu muito a leitura! Bjs

      Excluir
  2. Ele me da medo- Sou muito sensível pra certas leituras. Imagino a situação da coitada da menina, o pior risco que ele corre não é de qualquer monstro a perseguir, mas o simples fato de ser uma personagem do Stephen- isso já ferra com ela rsrsrs. Achei a capa bem simplesinha. É interessante que ele tem poucas páginas, da pra gente ler, se envolver, torcer, sofrer e acaba rapinho e ainda podemos ficar com a emoção no ar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahusahsu... Exatamente isso. Só por ser personagem do Stephen a gente já lê a história dela esperando o pior. Mas a parte de ser curtinho certamente é um bônus. Você morre de desespero com ela, mas logo termina o sofrimento. ^^

      Excluir
  3. Não conheço esse livro de King, me pareceu bom e curto ainda hehehehe. Quando li o resumo do livro achei estranho, porque parecia que faltava algo assombroso, mas obviamente tem hehehehehe
    adorei saber um pouco mais.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então.. eu também nunca tinha ouvido falar. Encontrei por acaso, e deixei no kindle... Ai, no carnaval, resolvi dar uma chance. E claro que tinha que ter algo aterrorizante! Se não, não seria Stephen King. Beijinhos!

      Excluir
  4. Oie, pra ser sincera, SK não é das minhas leituras prediletas, aliás, nunca li, pelo menos que eu lembre. E essa capa também não me atraiu nem um pouco - aff...
    Me desanimo um pouco com capas assim, mas quem sabe né...
    Nossaaaa que espetáculo de história, só pelo que sua resenha me contou SEN ORRRR...
    Imaginei em todos os instantes o sofrimento de Trisha, que angústia.
    Ah, outra coisa, que espetáculos suas fotos amei!!!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Primeiro, não conhecia esse livro. Segundo, seu kindle é maravilhoso! Que mal me pergunte: ele é importado? Pergunto porque o meu é bem diferente do seu, é um dos mais novos.. quanto ao livro, achei bem interessante, mesmo eu não entendendo nada de baseball. Obrigada pela dica, vou pesquisar sim!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kamila!
      Então... esse até é importado, mas essa diferença toda dele nem é por isso, é porque ele é um dos primeiros kindle lançados. Acho que ele é a 2ª geração (e agora, se não me engano, tá na 7ª geração). rsrsrs. Ele nem é touch, por isso o teclado embaixo. Quando eu comprei a amazon ainda não operava no Brasil, por isso precisei comprar um importado. Mas me acompanha fielmente há alguns anos e eu não vivo mais sem ele! Que bom que curtiu a resenha! Bjs

      Excluir
  6. Acho que esse é um dos poucos livros do King que nunca tinha ouvido falar... achei super interessante ainda mais que tem todos esses detalhes do baseball. Me parece uma leitura realmente incrível, mas confesso que tenho um certo medo de ler os livros do King... mas, quem sabe um dia, né?
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  7. Oie
    nossa, não conhecia esse livro do autor mas o título me chamou muito a atenção e sua resenha me deioxu bem curiosa, vou ver se consigo achar pra ler

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Coral, sua linda, tudo bem
    Eu gostei muito da sua resenha, para os fãs do autor parece uma boa dica, mas eu não gosto das obras do Stephen King, já tentei e são muito descritivas para mim.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem? Você tem razão, poucas pessoas devem conhecer esse título, eu sou daquelas que nunca ouviram falar. Porém o autor é impossível não conhecê-lo. A premissa parece ser bem interessante, sua resenha ficou excelente. Beijos, Érika

    - www.queroseralice.com.br -

    ResponderExcluir
  10. poxa, fiquei super curiosa com o t´tulo, amo King mas em ebook não dá TT_TT
    vou esperar uma versão física pela net...
    fiquei angustiada s´em ler a resenha, imagina com o livro...
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Coral, nunca li nada do King e conheço poucas obras.
    Devo dizer que talvez não lesse esse porque sou muito medrosa, mas pelo que você escreveu parece ser um livro bem bacana de arriscar pra quem gosta da temática.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  12. Realmente nunca tinha ouvido falar desse livro, mas não leria, como não leria nenhuma obra do Stephen King. Ainda mais essa, com uma criança de 9 anos perdida numa floresta, e com um perseguidor... já morri de agonia só de saber o básico da história, não conseguiria ler.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  13. Oi Coral, tudo bom?
    Bem, nunca li nada do autor porque fico muito ansiosa com livros assim rs Só de ler sua resenha já fiquei um pouco angustiada pensando no que seria esse perigo que estava a espreita da garotinha haha Adorei sua resenha e as fotos, ambas muito bem feitas!

    Beijos!
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  14. Oie,

    Creio que eu leria sim esse livro do King, parece ser mais um livro de suspense, do que os outros títulos de terror ( que eu não consigo ler) Irei atrás do livro, que pena que ele é difícil de encontrar físico.

    Mayla

    ResponderExcluir
  15. King tem uma facilidade em deixar seus leitores angustiados HAHAHA
    É uma surpresa encontrar pessoas comentando esse livro, porque, como você disse, não é tão conhecido.
    Com certeza irei ler, afinal é King, né hahaha
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bom?
    Eu até quero ler um livro ou outro do Stephen depois que li Carrie, mas esse ai eu ainda nem conhecia, e é bom saber que o livro não é tão conhecido, porque ai eu não me sinto tão por fora kkkk
    Achei a premissa bem interessante e talvez eu até o leia.
    Beijo,
    www.quinzeinvernos.com

    ResponderExcluir
  17. Sabe que eu tenho um certo receio de ler livros do Stephen? Mas pretendo mudar isso em breve. Esse aí eu realmente não tinha lido nenhuma resenha sobre mas espero começar por esse que eu já gostei
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Que agonia! Me parece com terror na floresta negra, nem quero pensar o que pode ter acontecido com o pai, mãe e irmão. Sou medrosa demais para terror, mas mesmo assim se tiver alguém comigo talvez consiga ler heheheh.
    Bjin
    http://reinoliterariobr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Opa, como fã do King, já anotei esse livro, nunca tinha ouvido falar nele, muito bom, com toda certeza entrará para minha lista de leituras.
    palavrasdelucidez.com.br
    Lucas Castelo Viana

    ResponderExcluir