10 de fevereiro de 2016

Crítica: A 5ª Onda

Antes de tudo quero deixar claro que irei fazer resenha apenas como filme e não como adaptação, já que por ora ainda não li o livro.


DIREÇÃO: J. Blakeson
GÊNERO: Aventura, Drama, Ficção Científica (117 mim - 2D 3D)
INDICAÇÃO: 14 anos
LANÇAMENTO: 21 de Janeiro de 2016


Sinopse: A Terra repentinamente sofre uma série de ataques alienígenas. Na primeira onda de ataques, um pulso eletromagnético retira a eletricidade do planeta. Na segunda onda, um tsunami gigantesco mata 40% da população. Na terceira onda, os pássaros passam a transmitir um vírus que mata 97% das pessoas que resistiram aos ataques anteriores. Na quarta onda, os próprios alienígenas se infiltram entre os humanos restantes, espalhando a dúvida entre todos. Com a proximidade cada vez maior da quinta onda, que promete exterminar de vez a raça humana, a adolescente Cassie Sullivan (Chloe Grace Moretz) precisa proteger seu irmão mais novo e descobrir em quem pode confiar.

Resenha: Tudo começa com Cassie em um vida normal seguindo uma rotina comum, indo a escola e enfim. Até que tudo muda com a aparição de uma nave não identificada e ai inciam-se as ondas, que é a mesma coisa que ataques dos "outros". São 05 ondas no total (já citadas na sinopse), mas a 5ª é a última e a que promete acabar com a raça humana.

Enfim a história é basicamente isso. Passamos praticamente o filme todo acompanhando Cassie na sua busca pelo irmão, ela passa por alguns momentos bem impactantes e tensos. Sozinha, largada em um mundo onde não se pode confiar em ninguém, mas ai do nada aparece uma cara bonito de olhos verdes e lá se foi o filme. Ainda fico impressionado com essa necessidade de filmes destinado ao público mais jovem ter obrigatoriamente um romance.


Não gente!! Eu tenho um coração sim!! Mas o que eu não entendo é esse romance de minutos, que após o primeiro beijo já diz que ama e que mudou a vida da pessoa, eu sei que isso é possível (e olha que sei bem) mas isso já está mais que saturado nos filmes e sagas que estão saindo ultimamente. 

Mas não foi só isso que me deixou chateado com o filme. As cenas de ação também foram bem fracas e apenas uma personagem me cativou no filme, essa bruta aqui ahuahauha, a que salvou muitas cenas do filme.


Um ponto positivo foi a atuação das crianças no filme que por sinal foram boas, imaginem só uma garotinha indo a guerra, pois é isso me deixou com o coração na mão e a cabeça a mil quando passou a cena dela com uma arma na mão mirando em alguém. 

Confesso que os efeitos também estavam bem legais e me impressionaram, os tsunamis, terremotos, as cidades sendo destruídas e a cena que eu mais gostei foi a do avião caindo, gente aquilo ficou hilário.

Mas só isso de interessante e de novo, não sei se trata do autor do livro ou a necessidade da Sony de criar mais um filme dramático para jovens. Mas temos ali uma jovem enfrentando um "mundo" para salvar o irmão mais novo (o que isso lembra!? Sim, acertaram, é Jogos Vorazes) e como não podia faltar para acabar com tudo tem um triângulo amoroso envolvendo o cara bonitinho e o salvador (pei, Crepúsculo, isso mesmo!!! Já sabiam antes de eu perguntar).

Enfim mais um clichê que saiu. Sony melhore ou se tornará mais uma franquia fraca e sem graça. 

Adeus, vou ali ler o livro para ver quem é o responsável por isso, Sony ou Rick?? Quem já assistiu deixem ai nos comentários sua opinião para podermos discutir a respeito, até mais.







11 comentários :

  1. Nem li sua resenha, primeiro porque não li o livro e vou ler em breve e só dessa vez não quero spoilers ahuhauha.
    Beijos, Bru - www.naoemprestolivros.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AHuhauhauha também quero muito ler o livro, assim que ler vamos conversar ahauhaua.

      Excluir
  2. Resenha muito boa! Estou louca para ler o livro e ver o filme, mas realmente, esses romances nas distopias já deram o que tinham que dar. Parabéns pela resenha!
    keepcalmandlovebook.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá, Davidson!
    Uma pena não ter gostado do filme :/ Vi muitos comentários positivos sobre estar fiel ao livro..Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.wordpress.com. Bom, quero ver antes de dar uma opinião concreta haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Nath, sobre a adaptação ainda não sei nada, porque nem li o livro (mas quero muito ler). Mas assim como eu disse ficou mais do mesmo de sempre.

      Excluir
  4. Esperava mais do filme,claro.Mas não achei ruim.Pelo contrário,foi até bem fiel,só achei muito corrido,mas poxa...é um filme! Nunca dá pra seguir à risca o livro. Mas espero que se houver a sequência seja bem melhor. E sim...se houver culpado pelo fracasso eu julgo a SONY. hahaha. Porque o livro é incrível!

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rodrigo, estou louco para ler A 5ª Onda, fiquei com tantas lacunas depois do filme que tô precisando ler o livro logo.

      Excluir
  5. Não assisti o filme (ainda!), mas tô quase desistindo kkkk tantas críticas negativas!
    Olha, quanto ao livro, ele é maravilhoso e não percebi nenhum tipo de alusão a outra distopia, é bem no "seu quadrado" A 5º Onda. :D
    O livro vale muito a pena e pelo que vi, difere um pouquinho do filme. Leia e tire suas conclusões.
    Pretendo assistir o filme em breve.

    Abraços,

    Pedrim
    http://pedrimoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pedrim sim eu quero muito ler o livro, vi muita gente falando bem.

      Excluir
  6. Davidson, concordo com sua resenha. Minha personagem preferida também foi a "bruta" como você disse, ela deu muita vida ao filme. Agora, detestei o par romântico da personagem principal... sério, nada a ver aquele ator. Não li o livro, mas não gostei MESMO do cara que escolheram. Espero que o livro seja BEM melhor do que o filme.

    Beijos

    http://meninasnaliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir