26 de novembro de 2015

Resenha: Memórias do Bullying, de Tahiana Andrade

Olá pessoal, tudo bem? Quase não consigo produzir nada hoje, porque esse calor deve estar me castigando, antecipadamente, por ter comido a borracha da coleguinha no prezinho. Mas chega de fofoca! Hoje eu trago para vocês a resenha do livro da nossa mais nova autora parceira, Tahiana Andrade. Então vamos lá!

TÍTULO: Memórias do Bullying.
PÁGINAS: 192
AUTORA: Tahiana Andrade
EDITORA: Novo Século.

Sinopse:  Atualmente o fenômeno bullying/violência escolar tem sido assunto de constante preocupação e discussão entre professores, pedagogos, psicólogos, pais e estudantes em todo o mundo. Isso acontece devido ao crescimento desse fenômeno, que tem feito com que muitas crianças sofram violência física, psíquica e verbal no ambiente que deveria lhes transmitir segurança e socialização: a escola. Com isso, o bullying passou a ser considerado um problema de saúde pública internacional. O livro “Memórias do bullying” aborda o assunto a partir de duas perspectivas: a experiência profissional da autora do livro como estudiosa dos fenômenos psicológicos relacionados ao bullying e; as experiências de ter sido vítima de bullying na infância, corroborando as pesquisas citadas no livro. Dessa forma, os profundos sentimentos e emoções vividos durante os 4 anos em que a autora sofreu com o bullying são narrados em paralelo a estudos inovadores sobre as causas, as consequências e os aspectos psicológicos que envolvem o problema. Em “Memórias do bullying” é possível compreender a definição, as formas e a origem da violência escolar entre alunos, além da percepção sobre o perfil das crianças envolvidas, as consequências na vida infantil e adulta e estratégias de intervenção e prevenção acompanhados de uma história de sofrimento que foi transformada em superação narrada com sensibilidade em trechos autobiográficos.

Resenha: O livro ''Memórias do Bullying'' vai muito além das experiências da autora como psicóloga, mas, também, como vítima. No decorrer da obra podemos perceber e compreender o quanto algumas ações que parecem inofensivas, podem tornar-se ofensivas e mudar a vida inteira de uma pessoa.

''Quando apenas uma parte das crianças se diverte á custa do sofrimento de outras, podemos chamar isso de bullying e ficar seriamente preocupados.'' 

Bom, primeiramente, confesso que  esperava um pouco mais do livro. Mas talvez seja porque eu tenha um conhecimento muito abrangente sobre esse assunto, pelo fato de já ter passado por uma experiencia de bullying, e isso de alguma forma fez com que eu não ficasse muito empolgada com a leitura. De forma alguma estou dizendo que é ruim, pois se eu tivesse encontrado esse livro na época em que eu estava passando por essa fase difícil, com toda a certeza seria como abraçar a felicidade e buscar forças de onde eu não tinha.
Creio que este livro seja muito importante para a nossa sociedade.Vemos diariamente,e cada vez com mais frequência, situações onde o bullying é o protagonista de tantas tragédias, mas mesmo assim ainda cai no esquecimento. A autora faz questão de deixar bem claro todas as causas, razões e circunstâncias que o bullying tem sobre o indivíduo, nos fazendo parar e pensar ''Será que eu já cometi bullying com alguém?'' ou ''Espera ai. Isso já aconteceu comigo. Realmente não era legal. '' Diversas perguntas e respostas vão surgindo em nossa mente e começamos a analisar coisas que parecem brincadeiras para nós, mas que não tem graça nenhuma para quem é o alvo dessas brincadeiras.


Gente, vou ser realista com vocês. Não tenho muito o que dizer dessa obra, porque é um assunto que vocês devem conhecer bastante e quem não sabe muito sobre isso pelo menos deve saber o básico.
Então se eu prolongar demais vai ficar uma coisa chata, repetitiva e vocês não irão gostar ai o Davi vai falar que eu to demitida e vou entrar em depressão e ficar isolada em algum canto escuro criando mofo. Mas assim, para quem nunca passou por uma situação dessas não sabe realmente o que se passa dentro de uma pessoa vítima de bullying. Entendem?! Por exemplo, alguém desabafa com você sobre tal pessoal que machucou o coração dela. Você diz que entende e sente muito (ou diz para parar de ser trouxa), mas se você nunca passou por isso não sabe realmente como é isso. Com o bullying é a mesma coisa. Só sabe da dor quem já passou, mas a autora, Tahiana, consegue mostrar  um sentimento próximo do que é viver isso, através de episódios da sua infância, e nos permitir  compreender melhor a importância de lutar contra o bullying.

''Ainda assim, a sensação de estar só em meio a um enorme grupo de pessoas provocava uma dilacerante dor em minha alma. Porque não me queriam?'' 

Adorei a historia de vida da autora e de ver a força que ela teve para superar tudo o que sofreu. (ELA SAMBOU NA CARA DAS ZINIMIGA, MEU AMOR! ps: Não literalmente jovens. Nada de pisotear a cara de ninguém). A escrita é fácil e bem objetiva, nada de muito enfeite nas palavras e isso me atrai muito porque a leitura flui melhor, sem ter que ficar voltando por não ter entendido alguns trechos.



Bom pessoal, é isso. Espero que tenham gostado e deixo aqui a minha recomendação, pois sempre é bom sairmos um pouco da zona de conforto e dar uma chance para assuntos que estão no nosso dia-a-dia mas que muitas vezes só recebem a nossa atenção ocasionalmente. Apesar de algumas brincadeiras na resenha, o bullying é algo extremamente sério e merece total atenção, não só das autoridades, mas, também, a nossa para que providências sejam tomadas.

Ahhhh, não posso esquecer! Fiquem ligados que vai rolar sorteio desse livro maravilhoso em breve e com direito a dedicatória da autora e vários marcadores. Nos vemos nos comentários!








Um comentário :

  1. Olá Ana!
    Livros que tratam de temas tão atuais assim como o Bullying são excelentes, pois são intensos e ajudam quem precisa. Adorei sua resenha!
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir