20 de novembro de 2015

O Sorriso da Hiena, de Gustavo Àvila

Olá galerinha, tudo bem?
Hoje vim aqui resenhar esse livro muito bom do autor parceiro Gustavo Ávila.

TÍTULO: O Sorriso da Hiena
PÁGINAS: 304
AUTOR: Gustavo Ávila

Sinopse: Atormentado por achar que não faz o suficiente para tornar o mundo um lugar melhor, William, um respeitável psicólogo infantil, tem a chance de realizar um estudo que pode ajudar a entender o desenvolvimento da maldade humana. Porém, a proposta feita pelo misterioso David coloca o psicólogo diante de um complexo dilema moral. 
Para saber se é uma pessoa má por ter presenciado o brutal assassinato dos seus pais quando tinha apenas oito anos, David planeja repetir com outras famílias o mesmo que aconteceu com a dele, dando a William a chance de acompanhar o crescimento das crianças órfãs e descobrir a influência desse trauma na vida delas.
Até onde ele será capaz de ir? É possível justificar um ato de crueldade quando, por trás dele, há a intenção de fazer o bem?

Resenha: Um livro com uma escrita simples e emocionante, cativante, inquietante e digamos assim um pouco perturbadora. Logo de início uma cena forte: um garoto, chamado David, amordaçado e amarrado em uma cadeira em frente aos pais que também estão amordaçados e amarrados em cadeiras, agora uma cena que marcou o garoto para sempre. Ele presenciou ali amarrado, sem poder fazer nada, o assassinato brutal de seus pais. Agora a questão é, esse evento influenciará o futuro desse pobre garoto? Essa é a base de desenvolvimento da trama que é bem envolvente e muito bem estruturada.


Agora muito tempo depois o jovem se tornou um assassino e está disposto a fazer o mesmo que foi feito com você para saber se a causa dele ter se tornado um monstro foi o assassinato de seus pais à sua frente, com isso ele começa a fazer o mesmo com várias crianças. Mas para saber o verdadeiro efeito das ações é necessário o acompanhamento de um profissional, ai que entra o aclamado psicólogo infantil William.
William apresentou uma tese que dizia sobre a formação de adultos e se fatos ocorridos na infância influenciam nas pessoas quando adultas, mas foi apenas uma tese sem comprovamento. Então o assassino acaba propondo a William: ele mata os pais e William acompanha o crescimento e desenvolvimento das crianças. O psicólogo fica com dúvida, pois são fatos perfeitos para comprovar sua tese, mas também é imoral aceitar tal proposta, será que ele denunciará o assassino ou aceitará a proposta e passará a estudar as crianças?
Também temos a visão de tudo por outro personagem, o detetive Artur, que é meu personagem favorito desse livro. Com síndrome de Asperger ele é um dos melhores detetives da região e o personagem mais sincero e interessante que já conheci em todos os livros que já li.


Um livro incrível e único, incrível por que o enredo e o desenvolvimento são demais, único por que o autor nos mostra a história na visão de três personagens completamente diferentes: o assassino, o psicólogo e o detetive. Outra coisa que achei impressionante também é o fato de nada ficar solto na história, cada ponto que é colocado na história tem um desfecho mais cedo ou mais tarde. 
Além de tudo isso, ele também faz você pensar sobre moralidade, sobre até onde nós humanos somos capazes de ir para provar algo, sobre o verdadeiro valor do amor e da amizade e o que podemos fazer para quebrar isso, sobre ética, sobre o verdadeiro valor da vida, e muitas outras questões.

Enfim, um livro incrível e que vocês precisam ler. Parabéns Gustavo seu livro é muito bom e você merece tudo de bom por ter escrito essa história. Compre aqui osorrisodahiena.com.br.





Um comentário :

  1. Acabei de ler o livro e também achei muito bom! Fazia tempos que eu não lia um livro mais policial, de suspense!
    Ao mesmo tempo que o livro é pertubador, ele nos prende com uma história incrível!
    Porém não entendi muito bem o final, porq o David mantinha o assassino preso?
    E o Wiliam, foi preso mesmo? Mesmo com a resistência do Arthur em não o prender para não se tornar "igual" ao psicólogo?

    ResponderExcluir