10 de outubro de 2015

#68 RESENHA DE LIVRO (The 100, Os Escolhidos)

Olá galerinha, tudo bem?
Hoje vim trazer a resenha de um daqueles livros que tem todo o desenvolvimento tedioso e quando chega o final você fica "OMG, preciso da continuação para ontem.", aqui no Brasil já temos dois títulos (The 100 e The 21) publicados pela editora Record e lá nos EUA já foram publicado três livros, concluindo será mais uma daquelas trilogias distópicas que fará muito sucesso.

The 100
TÍTULO: The 100, Os Escolhidos
PÁGINAS: 288
AUTORA: Kass Morgan
EDITORA: Galera 

Sinopse: Desde a terrível guerra nuclear que assolou a Terra, a humanidade passou a viver em espaçonaves a milhares de quilômetros de seu planeta natal. Mas com uma população em crescimento e recursos se tornando escassos, governantes sabem que devem encontrar uma solução. Cem delinquentes juvenis — considerados gastos inúteis para a sociedade restrita — serão mandados em uma missão extremamente perigosa: recolonizar a Terra. Essa poderá ser a segunda chance da vida deles... ou uma missão suicida.

Resenha: Uma guerra nuclear devastou o planeta em que hoje vivemos e alguns sobreviventes tiveram que ir para o espaço para que assim a humanidade não fosse literalmente extinta. A Arca é onde os humanos vivem há 300 anos, dividindo a população em três naves, Walden, Arcadia e Phoenix, juntas formam o complexo Arca e como nós seres humanos somos mesquinhos, o que não podia faltar no espaço seria a divisão de classes sociais, as regras impostas pelos superiores e os preconceitos com as minorias, isso é tratado de forma bem singular no livro.
Lá as regras são altamente respeitadas e quando desrespeitadas são punidas com a morte, os jovens que comentem "crimes" são confinados até completarem 18 anos, onde será feito um rejulgamento que resultará em perdão ou execução. Mas como estão no espaço os recursos essenciais (oxigênio, água, etc.) para sobreviverem estão se esgotando, precisando assim eliminar alguns desses consumidores. Surge então a ideia de enviar 100 jovens prisioneiros para a Terra para poderem ver se ainda é habitável e se a toxicidade não está mais presente no ambiente, sendo assim sobrará mais recursos para quem está na Arca e logo também saberão se a terra ainda pode ser habitada. 



Agora que começa a ficar um pouco melhor a leitura, onde a autora dividiu a história para ser narrada pelo ponto de vista de 04 personagens:
-Clarke: Uma jovem que teve seus pais executados e que ama cuidar do próximo, está presa e agora será enviada a terra.
-Wells: Filho do Chanceler (o homem mais superior da Arca) e que ama a jovem Clarke e está disposto a fazer de tudo para ficar junto com ela, apesar de já ter feito algo terrível que marcou ela para sempre.
-Bellamy: Já adulto e que tem uma irmã Octavia que estava presa e agora está destinada a ir à Terra, Bellamy também fará de tudo para ficar com sua irmãzinha.
-Glass: Uma jovem que foi presa e é capaz de qualquer coisa para ficar ao lado do seu amado Luke, com isso ela bola um plano para continuar na Arca e não ser enviada à terra.

Clarke está em sua cela esperando seu terrível fim, guardas entram sem avisar e ela sabe que chegou a hora do rejulgamento que certamente resultará em execução. Mas não, eles apenas levaram ela para uma nave junto com outras 99 pessoas, dentre ela Wells que fez algo incrivelmente inteligente e terrível para estar ali junto com sua amada. Glass também está na nave e está fazendo de tudo para fugir antes de ser enviada à Terra. Bellamy percebeu que sua irmã também está lá e como ele a ama muito ele está planejando algo terrível para se juntar a ela, então a nave partirá em direção ao desconhecido, com 100 jovens com um futuro duvidoso e sombrio.



Como disse achei interessante o fato do livro ser visto por quatro pontos de vista diferentes, isso tornou a abrangência da leitura mais ampla e diversificada, possibilitando um melhor entendimento dos fatos. Outro ponto interessante foi o de mostrar o passado de cada um desses quatro personagens. mostrando o porque de estarem presos e o que viveram até chegarem ali, isso foi legal no começo mas creio que ela prolongou esses passados um pouco demais, tornando a leitura entediante e cansativa.
Uma coisa que também faltou foi o desenvolvimento dos ambientes e do contexto de toda a sociedade existente, ela focou demais no passado e no presente de alguns personagens. Esses prolongamentos "desnecessários" atrapalharam o ritmo da narrativa e quando chegou no desfecho da história ela meio que jogou os fatos ali na minha cara e fiquei um bom tempo pensando em tudo e como seria melhor se fosse reescrito. Mesmo assim indico o livro e também estou louco pelo segundo volume, assim que comprar e ler ele eu posto resenha aqui. 

"Então ta neh Davidson, você meio que achou a leitura ruim e quer continuação mesmo assim?" Claro que sim, quero ver como que ficou a história depois daquele final e como que os personagens seguirão em frente mesmo depois de tudo que já aconteceu.









0 comentários :

Postar um comentário