25 de outubro de 2015

#69 RESENHA DE LIVRO (A Espada do Verão)

Olá galerinha, tudo bem?
Hoje vim trazer a resenha deste livro incrível que me surpreendeu muito, fazia tempos que não lia nada igual.

TÍTULO: A Espada do Verão - Magnus Chase e os Deuses de Asgard
PÁGINAS: 448
AUTOR: Rick Riordan
EDITORA: Intrínseca

Sinopse: A vida de Magnus Chase nunca foi fácil. Desde a morte da mãe em um acidente misterioso, ele tem vivido nas ruas de Boston, usando de muito jogo de cintura para sobreviver e ficar fora das vistas de policiais e assistentes sociais. Até que um dia ele reencontra tio Randolph – um homem que ele mal conhece e de quem a mãe o mandara manter distância. Randolph é perigoso, mas revela um segredo improvável: Magnus é filho de um deus nórdico. As lendas vikings são reais. Os deuses de Asgard estão se preparando para a guerra. Trolls, gigantes e outros monstros horripilantes estão se unindo para o Ragnarök, o Juízo Final. Para impedir o fim do mundo Magnus deve empreender uma importante jornada até encontrar uma poderosa arma perdida há mais de mil anos. Quando um ataque de gigantes do fogo o força a escolher entre a própria segurança e a vida de centenas de inocentes, Magnus toma uma decisão fatal. Às vezes é necessário morrer para começar uma nova vida...

Resenha: Me senti novamente lendo O Ladrão de Raios, sério mesmo eu não esperava um livro tão bom assim do tio Rick depois dos livros do Percy. Sinceramente eu quebrei a cara formando opinião antes de lê-lo pois vim com aquele pensamento que seria outra mesmice igual a série Os Heróis do Olimpo. Não é que o tio Rick mudou drasticamente sua escrita, ela continua direcionada a jovem e carregada de humor igual aos demais, ou até mais, mas aqui ele nos trouxe um personagem mais sofrido, sem aquele padrão de beleza e sem ser filho do Deus mais poderoso.
O livro é narrado pelo Magnus Chase, meu novo personagem preferido, que é divertido, sarcástico, gosta de ler, gosta de músicas da atualidade e que parece o Kurt Cobain. Esse livro foi único para mim, está literalmente empatado com O Ladrão de Raios em todos os quesitos. Mas o melhor é que o Rick faz menção de várias coisas da nossa atualidade misturando com mitologia, temos coisas sobre Taylor Swift, Doctor Who, Stephen King, e muitas outras legais que tornaram a história ainda melhor e mais divertida.



Enfim vamos a história propriamente dita, a história começa narrando o dia-a-dia do Magnus Chase. Um jovem perdeu sua mãe aos 14 anos por uma morte misteriosa, desde então virou um "mendigo" que vive de sobras de restaurante e passa as noites nas ruas de Boston a céu aberto, mas ele tem dois amigos muito legais que o protegem de toda forma possível.

Até que um dia ele observa um senhor e uma garota procurando por ele, o senhor era ninguém menos ninguém mais que seu tio Randolph, um homem que a mãe de Magnus sempre o avisava para manter distância e não ouvir o que ele tinha a dizer e a garota era Annabeth Chase (sim, ela mesma a namorada do Percy). Claro que Magnus obedeceu sua mãe e fugiu dali, só que, resolveu dar uma passadinha na residência do tio para saber um pouco mais sobre ele e sua família, e acabou topando com o cara por lá.

Eles começaram a conversar e o tio acaba revelando que Magnus é filho de um Deus nórdico e que ele corre sério risco de morrer. Outra coisa também é que os mundos estão sendo ameaçados pelo Ragnarök, o Juízo Final, a não ser que Magnus encontre uma espada muito poderosa que está perdida a muito tempo e impeça que um verdadeiro monstro dê início ao processo. 



Magnus está quase doido agora, imagina só você nunca ter recebido nenhuma informação do seu pai e do nada você descobre que ele existe, e melhor ele é um Deus nórdico. Mas as peças que estavam soltas na cabeça de Magnus acabam se encaixando, levando ele a acreditar e a partir em uma aventura com o tio em busca da espada.

Logo eles avistam um incêndio em uma ponte, chegando mais perto ele percebeu que a causa era um gigante do fogo, e pior era o mais poderoso, o temido Surt, que só por acaso também está atrás da espada. Magnus a encontra antes e eles entram em uma luta mortal, percebendo que a vida de centenas de cidadãos estava em risco, então Magnus acaba fazendo algo bem horrível para deter Surt. ELE SE SACRIFICOU, SIM ELE MORREU, NÃO ME MATEM TAMBÉM, ISSO NÃO É UM SPOILER.



Ai que começa a história emocionante e aqui que eu paro de falar, porque se não ai sim será spoiler.
Mas como já disse la encima eu me senti de novo lendo o primeiro livro do Rick, cada página que eu lia eu passava a gostar mais da história e quando me dei conta, puff acabou e bateu aquela vontade imensa de já ter a continuação, mas agora irá demorar e o segundo volume será O Martelo de Thor.
A edição do livro está bem feita e muito linda. No interior do livro, as páginas, tem a mesma formatação dos livros da série Os Heróis do Olimpo, só achei a fonte meio pequena e quem tem problema de visão assim como eu acaba que dificulta um pouco a leitura, mas nada demais. E como sempre o Tio Rick vou com suas frases altamente inspiradoras e engraçadas para cada capítulo, ao invés de colocar somente o nome do personagem. Mas o melhor é essa capa, pelos deuses nórdicos, ela está perfeita demais.

Gente se desse e se eu pudesse eu ficaria o dia todo aqui falando desse livro, mas ai neh não ia combinar, mas aguardem que teremos mais posts sobre essa obra magnífica.
E vocês o que acharam da nova obra do tio Rick? Já leram?


    








0 comentários :

Postar um comentário