15 de junho de 2015

#22 RESENHA DE LIVRO (Claros Sinais de Loucura)

Oi galerinha, tudo bem? HA estou de volta, sim eu Davidson quero pedir desculpas por estar ausente por um tempo, bem uns 15 dias, mas é que estava passando por uma fase nada legal, esse deve ser um sinal da loucura, mentira parei, kkkk. Enfim hoje vim trazer a resenha de um livro que se tornou um dos meus queridinhos.

TÍTULO: Claros Sinais de Loucura
PÁGINAS: 256
AUTORA: Karen Harrington
EDITORA: Intrínseca

NOTA: 5/5

Sinopse: Você nunca conheceu ninguém como Sarah Nelson. Enquanto a maioria dos amigos adora Harry Potter, ela passa o tempo escrevendo cartas para Atticus Finch, o advogado de O sol é para todos. Coleciona palavras-problema em um diário, tem uma planta como melhor amiga e vive tentando achar em si mesma sinais de que está ficando louca. Não é à toa: a mãe tentou afogá-la e ao irmão quando eles tinham apenas dois anos, e desde então mora em uma instituição psiquiátrica. O pai tornou-se alcoólatra. Prestes a completar doze anos, Sarah sente falta de um pai mais presente e das experiências que não viveu com a mãe, está preocupada com a árvore genealógica que fará na escola e ansiosa porque seu primeiro beijo de língua ainda não aconteceu. Tragédia e humor combinam-se de forma magistral nesta incrível história sobre a aventura que é crescer.

Resenha: A protagonista da estória é a querida Sarah, que ama palavras, que não possui meio que uma residência fixa, com apenas 11 anos ela fica se mudando constantemente com seu pai, isso por conta de um segredo que envolve sua mãe, que tentou matar Sarah ainda quando bebê afogada junto com seu irmão gêmeo que infelizmente não sobreviveu, por conta desse ocorrido ela e seu pai são meio que "perseguidos" pela mídia, pois a mídia e muitos indivíduos pensam que o pai tem alguma culpa do ocorrido.
Isso leva nossa pequena Sarah a se tornar uma mentirosa (isso por que sempre ela inventa estórias para seus colegas sobre sua mãe, pois ela não gosta que saibam que sua mão é "louca", pois a mesma está internada em uma clínica de pacientes psiquiátricos) e também Sarah é uma menina muito solitária, creio que pela ausência da mãe. 


Está chegando seu aniversário de 12 anos, essa é uma data especial pois é quando ela recebe um cartão da mãe (ela recebe apenas dois por ano), esses cartões são muito importantes, pois é através deles que ela conhece sua mãe. Esse cartão despertou mais ainda a curiosidade de conhecer sua mãe, porém ela já tentou inúmeras vezes conversar com seu pai sobre a mãe dela, mas o pai sempre foge do assunto, uma vez que ele também tem um sério problema com o alcoolismo, deixando Sarah ainda mais solitária.
Um problema que segue a garotinha é o medo de ficar louca igual a mãe, pois qualquer coisa que ela faça estranho ela relaciona que isso é um sinal de loucura.
É as vezes eu converso com meu irmão gêmeo morto. Isso é um claro sinal que vou acabar ficando louca.
Porém ela arranjou um meio de se distrair, onde seu professor passou uma tarefa para o período das férias, que é escrever uma carta para um personagem de um livro preferido e quem escrever irá ganhar um Ipod que é algo que Sarah estava desejando muito, isso acaba meio que distraindo ela. Ela escreve muitas cartas para seu "amigo" e isso leva ela a tomar uma atitude para escrever uma carta para alguém muito especial, quem será???

Gente eu amei esse livro, pois ele conta a história na visão de uma criança e amo isso, fala além de seus conflitos externos (pai, mãe, amigos) fala sobre seus conflitos internos (a idade, o primeiro beijo, a menstruação), e muito mais.
Super recomendado esse livro, deixe seu comentário aqui sobre o livro...








0 comentários :

Postar um comentário